Realização

O Sonho

O Yoga-Nã é um sonho idealizado e realizado por mim, Nanã Taiwran Okurum, visando o desenvolvimento humano e a cura do planeta Terra, com práticas integrativas através de aulas, cursos, vivências e atendimentos individuais e coletivos. Com a integração e alinhamento de diversas práticas terapêuticas, venho desenvolvendo uma nova forma de aprofundamento, com vivenciais em grupo e atendimentos individuais, conhecida como a técnica de Escuta do Corpo, em que o corpo é compreendido como uma ferramenta de despertar da consciência.
O yoga chegou na minha vida como uma oportunidade de me conectar comigo mesma e com a minha essência mais profunda. No primeiro momento, havia apenas um impulsionar do coração para ir praticar os asanas (posturas), sem a compreensão consciente de que era um chamado da minha alma para mergulhar fundo nessa ciência. Nesse momento, ainda achava que para praticar yoga e principalmente ser instrutora de yoga era necessário um corpo “perfeito”, ou melhor, visivelmente perfeito de acordo a uma determinada estética de flexibilidade, alongamento e composição física. Me olhava na tentativa de realizar as posturas de forma “perfeita”, mas a frustração era algo inevitável, pois meu corpo não se adequava a esses padrões de perfeição. Conseguia ter força física, mas nem de longe era flexível, sentia (e ainda sinto) muitas dores nos alongamentos, bem como a musculatura, nervos e tendões possuíam (e ainda possuem) muita tensão, e para alongar era necessário (e ainda é), muito esforço e aquecimento. Ou seja, na minha percepção aos 17 anos, caminhar junto ao yoga era algo impossível, e assim a melhor opção era desisti e seguir para outra direção. Algumas vezes na tentativa de realizar alguma postura de flexibilidade, a exemplo das famosas invertidas sobre a cabeça, o meu corpo simplesmente não seguia o comando da mente e não acontecia. Frustrada, decepcionada… Desisti. Fiquei dos 18 anos até os 26 anos sem praticar yoga, ainda com a ideia de que todos os instrutores de yoga já nascem com o corpo ideal para fazer isso.
Porém, de tempos em tempos, no meu coração sempre surgia o sentimento de voltar para o yoga, até que aos 26 anos cheguei na @escolayogaom para já iniciar o curso de formação e comecei a compreender que yoga é muito além dos asanas e das posturas físicas. As posturas são selos enérgicos que auxiliam o nosso ser a se conectar e entrar assim no estado de yoga, e até mesmo alcançar a iluminação. E quando falo em iluminação, não estou dizendo algo que é impossível para a maioria, que só alguns escolhidos por Deus podem se iluminar, me refiro a potencialidade existente em todos de alcançar esse estado iluminado. Hoje sinto que encontrar o estado de paz e estar conectado a tudo que há e ao meu coração é um estado de Iluminação, e todos os seres podem viver essa experiencia.
Assim, cheguei a compreensão que o meu corpo é meu grande professor. Ele me ensina todos os dias os meus limites e desafios, me mostra as dores que congelei nas minhas articulações com medo de expô-las, me mostra a confiança em perseverar e não desisti, me mostra que meu corpo, assim como todos os corpos são perfeitos e cada postura, cada alongamento, contam uma parte da minha história e isso é magnífico. Aprendi que respirar é a maior dádiva do universo, pois me permite renascer a cada ciclo.
Dessa forma, acredito que yoga é para todos, para todos aqueles que sentem no coração. Praticar Yoga é o dia-a-dia com mais presença e atenção, sentindo paz e leveza. Assim o Yoga com o YogaTerapia se tornou a minha primeira ferramenta terapêutica de despertar da consciência através do corpo, unida a massagem Ayurvédica.
Durante essa jornada sentia necessidade de uma linguagem terapêutica que trouxesse consciência para o interagente sobre o que o corpo estava expressando, e assim, me lancei nas terapias quânticas (Cura Prânica, Reequilíbrio Energético, Técnica Metamórfica, Apometria, Terapia da Alma, ThetaHealing) e o Reiki Xamânico, que me proporcionaram maior conexão pessoal com a fonte criadora e a cada atendimento terapêutico, novas formas de integrar as ferramentas quânticas junto ao olhar profundo do corpo. Todas as experiências canalizadas me ajudaram na formatação da técnica de Escuta do Corpo, que se apresenta como uma ferramenta dinâmica e em constante transformação, em busca do despertar da consciência, através do olhar profundo do corpo, integrada a massagem terapêutica.

Realização